Fla tem maior chance de vitória no 2º jogo na pré-temporada da NBA






http://s2.glbimg.com/SbO4OlDJj_y1CTtSUJnFm2OWQPI=/163x234:1956x1456/690x470/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2014/10/14/bas-2mickey-flamengo-marcellopires.jpg

Apesar da derrota em sua primeira partida contra uma equipe da NBA, o Flamengo saiu fortalecido do duelo com o Phoenix Suns. Nesta quarta-feira, a equipe tem um novo jogo em território americano, contra o Orlando Magic, no Amway Center, Flórida, às 20h (de Brasília). Contra um time mais fraco, os brasileiros tem uma chance real de conquistar a primeira vitória de um time da América do Sul contra uma equipe da NBA na história.

O embate vale mais do que somente um amistoso, ao menos para o Flamengo, já que a equipe busca firmar o seu nome no cenário internacional do basquete, o que vem acontecendo nos últimos anos.

Com o título incontestável da Liga das Américas de 2013, sobre o Pinheiros, o time carioca credenciou-se à disputa do Mundial Interclubes deste ano. Nela, derrotou o Maccabi Tel Aviv, de Israel, e ficou com o título inédito do torneio.

Antes disso, já havia sido convidado pela NBA para participar das partidas de pré-temporada, por conta (principalmente) de sua forte marca no Brasil e dos dois títulos nacionais seguidos (2012/2013 e 2013/2014).

Com boas atuações do ala Marcelo Machado, com 16 pontos, do pivô argentino Walter Herrmann, que marcou 14 e ajudou a equipe defensivamente, e do também hermano armador Laprovittola, com 13 pontos e 12 assistências, o Flamengo tem peças fortes para sonhar derrotar o time da Flórida.

Nesta pré-temporada, o Orlando Magic já fez três partidas: vitórias contra o Miami Heat e Indiana Pacers, e derrota para o Charlotte Hornets. Com um time reformulado, os vice-campeões da NBA em 2009 vivem uma fase conturbada.

Desde a perda do pivô e estrela Dwight Howard para o Los Angeles Lakers, há três temporadas, a franquia da Flórida não consegue encaixar uma boa sequência na NBA. No torneio passado, ficou com a terceira pior campanha da Conferência Leste (somente 23 vitórias em 82 jogos).

Entre os jogadores que deixaram o time nesta temporada estão nomes símbolos do Magic como o ala turco Hedo Turkoglu, o pivô Glen Davis e o armador Jameer Nelson.

O Orlando se movimentou e trouxe os armadores Luke Ridnour e Ben Gordon (ex-Bobcats), o francês Evan Fournier (ex-Nuggets) e o ala-pivô Channing Frye (ex-Suns). Do draft de 2014, o Magic tem a quarta escolha, o ala Aaron Gordon, e a décima seleção geral, o armador Elfrid Payton.

Remendada, a equipe do Orlando Magic pode se tornar a primeira vítima de um time brasileiro e o Flamengo quer aproveitar essa chance.

Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!