Torcida do Fla invade a quadra da Arena após vitória






Após levar o Carioca, o NBB, a Liga das Américas e a Liga Sul-Americana, o Flamengo conquistou neste domingo o título mais importante de times do mundo, a Copa Intercontinental de Clubes, ao derrotar o Maccabi Tel Aviv com sobras por 90 a 77 (46 a 36). E a velha máxima de que, às vezes, a torcida do Rubro-Negro parece estar dentro de campo com os atletas, nesse caso, de quadra, pode ser usada de forma literal desta vez. Afinal, logo depois do fim do confronto, os fãs eufóricos burlaram a segurança e invadiram o local do duelo. Agentes da Polícia Militar chegaram a entrar na quadra também, tentando conter a multidão.

Flamengo campeão inter continental de basquete, invasão (Foto: Amanda Kestelman / Globoesporte.com)
A voz no sistema de som da Arena da Barra disse que, enquanto eles não saíssem, não seria realizada a entrega do troféu e das medalhas. Além disso, pediu que os jogadores rubro-negros fossem para o vestiário imediatamente. Eles estavam eufóricos também. O argentino Walter Herrmann, por exemplo, subiu na cesta e fez o tradicional gesto de cortar a rede que fica em volta do aro. Os atletas do Maccabi, por sua vez, deixaram a quadra logo depois do fim do jogo.
O time carioca precisava de uma diferença de no mínimo quatro pontos após a derrota por 69 a 66 na primeira partida, na última sexta-feira. E, em uma atuação coletiva perfeita e com grandes momentos individuais do argentino Nico Laprovittola e do americano Jerome Meyinsse, a equipe do técnico José Neto triunfou

Com 24 pontos e seis rebotes, Laprovittola, que terminou a partida eliminado com cinco faltas, foi o grande nome da conquista rubro-negra. Meyinsse, que anotou 22 pontos e cinco rebotes, e Marquinhos, com nove pontos, quatro rebotes e duas assistências, também se destacaram. 

Flamengo campeão inter continental de basquete (Foto: André Durão)

Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!