Flamengo arrasa desfalcado Macaé pelo Carioca








O atual campeão carioca derrotou o desfalcado, mas valente time de Macaé, por 96 a 68 (45 a 33) e mostrou que a conquista de seu décimo título consecutivo é apenas uma questão de tempo. Imbatível em 2013, o basquete do Flamengo pelo visto não se cansa de ganhar.

A partida  marcou a estreia do campeão olímpico Walter Herrmann com a camisa vermelho e preta e o retorno de José Neto, Marcelinho, Marquinhos e Nico Laprovittola à equipe após as participações de Brasil e Argentina na Copa do Mundo da Espanha, o

Cinco minutos. Esse foi o tempo que a equipe de Macaé conseguiu segurar o atual bicampeão do NBB e melhor time das Américas. Após sair na frente, abrir 4 a 0 e liderar o placar até a metade do primeiro quarto, a equipe do Norte Fluminense não resistiu ao maior volume de jogo do Flamengo, que passou a frente numa cesta de Jerome Meyinsse para não perder mais a dianteira.

Enquanto o técnico Leo Costa sentia na pele os desfalques dos americanos Jamaal Smith, machucado, e do recém-contratado Dyricus Edwards, com problemas de visto, e tinha poucas opções para mexer, José Neto tinha praticamente outro quinteto à disposição no banco de reservas. Mesmo com quase todo os titulares descansando, Olivinha, Gegê e Cristiano Felício mantiveram a qualidade lá em cima e o Flamengo venceu os primeiros 10 minutos por 28 a 17.

Parecia que a time carioca deslancharia no marcador, mas não foi isso que aconteceu. Com praticamente todos os titulares de volta à quadra, Macaé aproveitou que os donos da casa começaram o segundo quarto com uma equipe totalmente modificada e não permitiu que os rubro-negros abrissem tanto. 

Mesmo com ótima atuação de Olivinha, que anotou nove pontos no segundo período vindo do bando e terminou o primeiro tempo como cestinha, o Flamengo não conseguiu impor seu jogo. Melhor para a equipe de Macaé, que perdeu o segundo quarto por apenas um ponto (17 a 16) e foi para o intervalo com um prejuízo de 12 pontos.

A bronca de José Neto no vestiário deve ter sido daquelas. Com todos seus titulares em quadra, o Flamengo voltou mais agressivo na defesa, certeiro no ataque e rapidamente abriu 20 pontos (61 a 41). A vantagem só não aumentou porque Laprovittola cometeu duas violações individuais, ficou bravo com ele mesmo e chutou a bola contra a parede.  

Seu momento de fúria lhe rendeu uma falta técnica, que Macaé aproveitou e diminuiu a diferença para 15 pontos. Com o armador argentino no banco de reservas para esfriar a cabeça, o descontrole rubro-negro logo passou e com dois lances livres certeiros de Marquinhos e uma bola de três de Benite a diferença voltou a ser de 20 pontos (70 a 50) ao fim do terceiro período. 

Com apenas dois pontos no primeiro tempo, o estreante Walter Herrmann se soltou no segundo tempo e começou o último período com uma bola de três para o Flamengo.  Único titular a permanecer em quadra até o final, o ala argentino anotou mais uma bola de três e ajudou o clube rubro-negro a conquistar sua segunda vitória no Estadual.

Mesmo vindo do banco, Olivinha foi o cestinha da partida com 18 pontos. Estreante do dia, o argentino Walter Herrmann começou a partida tímido, anotou apenas dois pontos no primeiro tempo, mas fez um ótimo segundo tempo e terminou com 15. Marquinhos, com 14, e Jerome Meyinsse, com 12, e Cristiano Felício, com 10, também se destacaram. Pelo lado de Macaé, Eddy e Fernando Mineiro, cada um com 16, foram os maiores pontuadores. 
Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!