Marcelinho será homenageado pelo Flamengo






Marcelinho será homenageado pela diretoria do Flamrngo com uma camisa comemorativa aos 8 mil pontos marcados pelo Flamengo (Foto: Gilvan de Souza)
Marcelinho Machado
completou 39 anos dia 12 de abril, mas o presente e a festa que a diretoria do Flamengo preparou para o capitão do time de basquete rubro-negro virão com um certo atraso. Mas precisamente neste sábado, data da primeira partida do atual campeão pelas quartas de final do NBB, contra o Bauru, às 21h30, no Rio de Janeiro, diante de milhares de convidados. A 18 pontos de alcançar a marca de 8 mil pelo clube do coração, o recordista da história da competição, com 4.126, será homenageado com uma camisa comemorativa pelo feito histórico.

- Sei que estou perto de atingir essa marca, mas para falar a verdade nem sabia que seria  homenageado (risos). Cheguei ao Flamengo ainda garoto, com 10, 11 anos, joguei quatro anos na base e depois voltei em 2007. Minha história aqui é de muito tempo, sempre fui torcedor de arquibancada. Chegar a essa marca e escrever meu nome na história do meu clube de coração é uma coisa muito legal e muito gratificante, uma honra para mim - afirmou Marcelinho, que está a sete jogos dos 350 pelo Flamengo e futuramente também será homenageado com outra camisa.

Títulos, marcas e números sempre fizeram parte da doce rotina de Marcelinho com a camisa do Flamengo. Desde que voltou ao clube, o capitão rubro-negro conquistou sete Campeonatos Cariocas, uma Liga Sul-Americana (2009), três brasileiros - dois pelo NBB - e recentemente a Liga das Américas, na qual foi eleito o MPV da competição. Destaque em quase todas as conquistas, o ala faz questão de dividir os méritos com todos seus companheiros e treinadores ao longo dos últimos sete anos. 

- Na minha primeira passagem pelo clube eu aprendi que o Flamengo sempre vai entrar em qualquer competição para ganhar. E o mais importante é que eu alcancei essas marcas disputando títulos em competições importantes. Mas apesar de ser um feito individual, tenho que agradecer a todos meus companheiros porque ninguém consegue nada sozinho. Desde os primeiros pontos que marquei com a camisa rubro-negra sempre tive a ajuda deles - destacou o jogador.

Marcelinho será homenageado pela diretoria do Flamrngo com uma camisa comemorativa aos 8 mil pontos marcados pelo Flamengo (Foto: Gilvan de Souza)

Marcelinho agradece a homenagem, mas prefere deixar a festa apenas para os torcedores rubro-negros. Números e marcas à parte, o ala-armador só pensa no primeiro jogo válido pelas quartas de final, contra o Bauru, no tricampeonato rubro-negro do NBB e na conquista de seu quinto titulo nacional - o ala também venceu dois Campeonatos Brasileiros organizados pela CBB, um pelo Flamengo, em 2008 e outro pelo extinto Telemar, em 2005.

- Fico orgulhoso com as homenagens, mas quando a bola sobe eu não fico preocupado com isso e nada me atrapalha. Marcas individuais são apenas números, pois ninguém entra em quadra pensando que vai fazer 30 ou 40 pontos numa partida - disse o capitão do Flamengo.

Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!