Fla vence Espírito Santo fora de casa por diferença de 17 pontos






http://s.glbimg.com/es/ge/f/620x349/2011/01/07/bas_marcelinho_alevidal62.jpg

O Espírito Santo até começou bem, mas não conseguiu fazer frente ao Flamengo. O Rubro-Negro, que havia perdido na última rodada, contou com boas partidas de Marcelinho e Felício para se recuperar no NBB e vencer fora de casa, por 77 a 60.

Foi com uma cesta de Shilton que o Flamengo largou na frente no primeiro quarto. Mas o Espírito Santo queria surpreender. Gorauskas, em arremesso de três, virou o placar. Os donos da casa faziam um jogo duro e até conseguiam ter o controle da partida por um momento. O Rubro-Negro, porém, reagiu. Com Gegê, abriram seis pontos (18 a 12). Os capixabas tentaram reagir, mas os cariocas venciam por 20 a 15 no zerar do cronômetro.

O domínio rubro-negro aumentou no segundo quarto. Olivinha e Marcelinho acertaram a mão, e o Flamengo viu sua vantagem aumentar. Apesar da luta do Espírito Santo, os cariocas mantiveram o controle do jogo e foram para o intervalo com 39 a 26 no placar.

No retorno à quadra, Arnaldinho tentou levar o Espírito Santo à frente. Principal jogador do time capixaba, o armador se esforçava, mas o Flamengo era superior. E seguiu assim até o fim do quarto, quando já vencia por 20 pontos de diferença: 63 a 43.

A partir daí, tudo o que o Flamengo fez foi controlar o jogo. O Espírito Santo melhorou em quadra, mas não o suficiente para incomodar. O Rubro-Negro se manteve com boa vantagem no placar e fechou a partida em

Marcelinho deixou a quadra como cestinha do confronto, com 19 pontos. Felício, com 15, foi outro destaque rubro-negro. Do outro lado, Arnaldinho, com 18 pontos, foi o maior destaque.

Agora, o Flamengo volta à quadra em uma semana. O time carioca encara o São José em casa, no sábado, às 17h. O Espírito Santo joga antes, na quinta, às 20h, contra o Mogi das Cruzes.

Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!