Pivô Meyinsse volta no duelo contra o Goiânia






Basquete Jerome Meyinsse e Juan Torres Flamengo e Macaé (Foto: Fábio Leme)

Neste sábado, o Flamengo recebe o Goiânia pela segunda rodada do NBB, às 18h, no ginásio do Tijuca. Depois da vitória na estreia diante do arquirrival Brasília, por 84 a 82, na Arena da Barra, os rubro-negros terão o retorno do pivô americano Jerome Meyinsse, que se reapresentou ao grupo, após alguns dias no seu país, por conta do falecimento de seu pai. Já os goianos, que fazem sua primeira temporada na competição, terão a árdua missão de bater os atuais campeões e um dos favoritos ao tricampeonato. No seu primeiro jogo, uma derrota, também fora de casa, para o Macaé por 84 a 79.

Ainda sem Marcelinho, que cumpre suspensão por mais três partidas, e Marquinhos, com um edema ósseo na tíbia, que só o permitirá jogar em janeiro do ano que vem, o técnico José Neto torce por mais uma boa apresentação da dupla Laprovittola/Olivinha, responsável por 41 dos 84 pontos do time na estreia.

De volta ao basquete nacional após sete anos e meio, a equipe da região Centro-Oeste conta com mais uma boa atuação do trio Diego, Emílio Taboada e Fernando Mineiro, que assinalou 50 dos 79 pontos contra o Alvianil.

A segunda rodada do Novo Basquete Brasil ainda terá os seguintes jogos:

São José x Paulistano - Lineu de Moura - 14h (horário de Brasília)
Palmeiras x Limeira - Palestra Itália - 18h (horário de Brasília)
Bauru x Pinheiros - Panela de Pressão - 18h (horário de Brasília)
Espírito Santo x Minas - Jones S. Neves - 19h (horário de Brasília)
Mogi das Cruzes x Uberlândia - Prof. Hugo Ramos - 19h (horário de Brasília)
Basquete Cearense x Franca - Paulo Sarasate - 19h (horário de Brasília)
Macaé x Brasília - Tênis Clube Macaé - 19h30m (horário de Brasília) - adiado para 16/12

Folga: Liga Sorocabana



Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!