Olivinha, um jogador com a cara do Flamengo






Olivinha na praia (Foto: Fabio Leme)

Muitas conquistas. Vitórias. Alegrias. Identificação. Olivinha e Flamengo vivem uma história que, para quem acompanha o basquete do Flamengo, é bonita demais. E depois do seu quarto título estadual seguido pelo Flamengo, o jogador falou sobre a conquista do Carioca, citando a bronca no intervalo e a importância da bola de três de Marcelinho:  

- Nós sabíamos que seria difícil. Não fizemos um bom jogo. No intervalo, o (José) Neto deu uma bronca enorme na gente e parece que não surtiu muito efeito, pois voltamos pior. Mas aquela bola do Marcelinho foi fundamental. Acho que se ele não convertesse, perderíamos - admitiu.

Após a conquista do eneacampeonato, durante a cerimônia de premiação, Olivinha e Gegê, os dois mais brincalhões do grupo, aprontaram para cima de José Neto. Sorrateiramente, os atletas vieram pelas costas do treinador e derramaram um grande galão de gelo, fato muito comum no Super Bowl (final do futebol americano).

- Aquele banho é tradição. Depois que acaba, a gente pega o galão e joga em cima dele (treinador). Ele não estava esperando e tomou um susto. Mas foi tranquilo. Ele falou bem comigo depois. Estou bem na fita (risos).

*As falas foram extraídas do GloboEsporte.com

Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!