Marcelinho confia na diretoria par acertar atraso salarial






O Flamengo deve salários a equipe de basquete. Porém, o  clube espera solucionar essa situação nas próximas semanas, com a esperança de liberação da verba de patrocínio acertado no mês passado com a operadora de telefonia TIM, exclusiva para o basquete. O Rubro-Negro receberá o total R$ 8 milhões, verba captada por meio de isenção fiscal, que por questões burocráticas ainda não foi liberada, o que trava o pagamento aos atletas. Em troca, o Fla vai aumentar por mais um ano (até março de 2015) o acordo para a empresa explorar sua marca no celular.

Capitão da equipe, Marcelinho diz que o grupo entende a situação de momento. Com o discurso conciliador, o ala garante que o time seguirá cumprindo seus compromissos e respeitando o que foi passado pelo clube.

- A única coisa que falo sobre isso é que estamos resolvendo internamente. Existe uma confiança, e eles nos passam o que vem acontecendo. A gente entende o que aconteceu. Já existia um patrocínio determinado para o basquete, e não foi possível se concretizar. Foram atrás de outro patrocínio. Mas as coisas vão se regularizar em breve. A gente tem demonstrado isso nos treinamentos diários, com a nossa dedicação. Como capitão do time, tenho uma preocupação de me reunir com os jogadores para termos a mesma pegada. Coloco como grupo, internamente. Essas coisas não se resolvem pela imprensa. É uma relação de empregador e empregado. E resolvemos lá dentro. Estamos confiantes. Acredito que as coisas vão se resolver em breve - garantiu o jogador.


Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!