Flamengo vence Campos com show de argentino






jogo Flamengo e Campo basquete (Foto: Marcello Pires)

O Flamengo precisou de apenas dez minutos para despachar a equipe de Campos pela primeira partida do terceiro turno do Campeonato Carioca, nesta sexta-feira, em Macaé. Com Marcelinho ainda longe da forma ideal e Marquinhos em recuperação de um edema ósseo no joelho esquerdo, coube a Nicolas Laprovittola comandar o show rubro-negro. Com 21 pontos (19 só no primeiro tempo), oito rebotes e seis assistências, o armador da seleção argentina foi o grande nome da quinta vitória por 105 a 74 (58 a 33) do time do técnico José Neto na competição.

Além do armador argentino, Benite também se destacou com os mesmo 21 pontos. Olivinha, com 19, e Marcelinho, com 10, também contribuíram bastante. Pelo lado de Campos, Lima, com 14 pontos, e Alexandre, com outros 12, foram os maiores pontuadores.

Mesmo já classificado para as finais da competição, o Flamengo não quis saber de se poupar e entrou em quadra disposto a não dar qualquer chance para o adversário. E o objetivo foi cumprido à risca logo nos primeiros dez minutos. Mesmo com a quadra escorregadia em razão da forte chuva que castigou a cidade de Macaé durante toda a tarde, o time rubro-negro abriu rapidamente 22 a 8 e obrigou o técnico campista Carlos Eduardo Peixoto a parar o jogo.

O pedido de tempo em nada adiantou, e a equipe rubro-negra seguiu avassaladora. Já com Marcelinho e o jovem Cristiano Felício em quadra, a vantagem continuou aumentando e chegou aos 20 pontos (41 a 21), a pouco mais de cinco minutos para o fim do primeiro tempo.

Apesar da boa atuação do armador Benite e dos dez pontos de Marcelinho em pouco mais de dez minutos em quadra, o argentino Nicolas Laprovittola foi o grande nome da primeira etapa. Com 19 pontos, 12 deles só no primeiro quarto, o armador teve uma atuação quase perfeita e comandou a vitória parcial do Flamengo por 58 a 33.

Com Diego no lugar do argentino, o time rubro-negro voltou do intervalo com o mesmo apetite do primeiro quarto. Mesmo com seu principal jogador na partida no banco de reservas, o volume de jogo e a qualidade ofensiva do Flamengo continuaram os mesmos. O time rubro-negro só tirou o pé do acelerador e diminuiu o ritmo quando a diferença já estava na casa dos 30 pontos. 

A vitória parcial por 77 a 46 ao fim do terceiro período só não foi mais comemorada em razão da contusão de Gegê. Num lance bobo, o armador rubro-negro escorregou sozinho, sentiu a virilha e deixou a quadra carregado.

- Temos que esperar 24 horas para saber o que realmente aconteceu, e a gravidade da lesão. Como ele deixou a quadra sentindo muitas dores, existe a suspeita de ser uma lesão muscular e dificilmente ele terá condições de jogo no sábado - afirmou o fisioterapeuta do Flamengo, Ricardo Machado.

Com a vitória praticamente assegurada, o técnico José Neto aproveitou para descansar seus principais jogadores e colocar a molecada para jogar. Mesmo com apenas Laprovittola e Benite dos titulares em quadra, Douglas, Léo e Cristiano Felício, protagonista da jogada mais bonita da partida numa ponte aérea com Benite, deram conta do recado e contribuíram para a vitória por 105 a 74.

Informações do GloboEsporte.com

Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!