Flamengo espera verba de patrocínio para "zerar" salários do basquete






Laprovittola basquete Flamengo x ACF Campos (Foto: Fabio Leme)

Campeão do Novo Basquete Brasil 5 e reforçado, o Rubro-Negro começou de forma avassaladora a temporada 2013/14. Venceu os quatro jogos que fez no Campeonato Carioca, já está na decisão do torneio e conta os dias para a estreia no NBB 6, contra o Brasília, no dia 9 de novembro, no Rio, na Arena da Barra, às 10h. Fora de quadra, o clube continua correndo para solucionar problemas antigos. Os salários da equipe estão atrasados em dois meses e meio e, no dia 25 de outubro, podem chegar a três meses e meio caso não sejam pagos. Além disso, a premiação prometida ao grupo campeão do NBB, que seria como um 14º salário para cada jogador, ainda não foi quitada.

O clube, porém, espera solucionar a situação nas próximas semanas, com a esperança de liberação da verba de patrocínio acertado no mês passado com a operadora de telefonia TIM, exclusiva para o basquete. O Rubro-Negro receberá o total R$ 8 milhões, verba captada por meio de isenção fiscal, que por questões burocráticas ainda não foi liberada, o que trava o pagamento aos atletas. Em troca, o Fla vai aumentar por mais um ano (até março de 2015) o acordo para a empresa explorar sua marca no celular.

No mês passado, o Flamengo teve aprovado um projeto de lei de incentivo ao esporte que contemplará seis modalidades com o total de R$ 12 milhões. O basquete está entre os contemplados, mas essa verba será destinada apenas às categorias de base.

Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!