Flamengo domina Campos e vence outra no Carioca






Olivinha basquete Flamengo x ACF Campos (Foto: Fabio Leme)

O Flamengo conseguiu, na noite desta quinta-feira, no ginásio Olavo Cardoso, em Campos, sua terceira vitória em três partidas no Campeonato Estadual masculino de basquete. A vítima, mais uma vez, foi a equipe do Norte-Fluminense, que, mesmo empurrada pela sua torcida, não resistiu ao maior leque de opções do técnico José Neto e acabou derrotada por 96 a 78. Na sexta-feira passada, na Gávea, o Rubro-Negro já havia batido os rivais. Com o resultado, o octocampeão carioca segue na liderança da competição.

- Ainda estamos buscando o ritmo ideal. Estamos com alguns problemas de jogadores machucados ou fora do ritmo ideal e nós queremos tirar o foco disso. É isso que tenho dito para eles. O time de Campos exigiu da gente um ritmo e é isso que buscamos. Queremos uma defesa forte e uma transição rápida - disse Neto, técnico do Flamengo.

Os cestinhas do Flamengo foram o armador Benite, com 19 pontos e Olivinha, com 17. Pelo lado campista, o ala Vinícius, com 20 pontos, foi o cestinha da partida. Casé, com 17 e dez rebotes, registrou um duplo-duplo.

Nesta sexta-feira, no mesmo local, o Flamengo volta à quadra para enfrentar o Macaé. No último sábado, no ginásio Hélio Maurício, os anfitriões venceram os macaenses nos minutos finais.

A partida

O Flamengo foi para a quadra com três armadores - Gegê, Laprovittola e Benite - que deixou o time muito forte na marcação e rápido nos contra-ataques. Conduzido pela velocidade de Gegê e a mão calibrada do argentino, destaque do quarto com 11 pontos, os rubro-negros jogaram na frente do placar, praticamente, o tempo inteiro, mas não conseguiam se distanciar pela boa produtividade do trio Alexandre, Vinícius e Cleitão, que levantavam os torcedores presentes. Apenas um ponto à frente, o clube da Gávea fechou a parcial em 18 a 17.

Com as alterações em ambas as equipes, após um primeiro quarto muito corrido, o Flamengo demonstrou o poderio do seu elenco e foi abrindo vantagem. Sem conseguir penetrar no garrafão rubro-negro, Campos errava seus tiros de longa distância e via Shilton e Meyinsse dominar os rebotes. Até então zerado na partida, Olivinha cresceu na parte ofensiva na segunda metade do quarto e assinalou dez pontos nos últimos cinco minutos, levando o rubro-negro para o vestiário com 11 pontos de vantagem (44 a 33).

Meyinsse é o dono dos rebotes

As equipes voltaram do intervalo cochilando na marcação e aceleradas no ataque. Por Campos, Alexandre, com oito, e Vinícius, com 12 pontos, eram sempre a pedra no sapato dos rubro-negros. Do outro lado, Jerome Meyinsse era um leão no garrafão - foram oito rebotes -, além de contribuir com seis pontos no ataque. Benite e Olivinha também ajudaram o Rubro-Negro, mas uma falta técnica recebida pelo armador da seleção brasileira, por reclamação, ajudou os campistas a vencerem a parcial por 30 a 27 e se aproximarem 71 a 63.

Nos últimos dez minutos, a equipe do técnico Cacá foi para cima do Flamengo na base da empolgação. Mas alguns erros bobos, diante de um adversário experiente, fizeram com que o time de José Neto abrisse vantagem, com boa participação do pivô Douglas, autor de oito pontos em três minutos, mesmo levando dois tocos debaixo da tabela por retardar a subida.

Aos poucos, Campos foi crescendo junto com o experiente Casé, ídolo no clube. Uma bola do camisa 10 de três, restando pouco mais de três minutos para o fim, trouxe a diferença para nove. Todavia, duas bolas de longa distância de Benite acabaram com a esperança do rival, que jogou a toalha, e viu o atual campeão do NBB deslanchar.


Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!