Flamengo tem três projetos aprovados e arrecada R$ 23 milhões para esportes olímpicos








A obtenção das certidões negativas de débito (CNDs) pelo Flamengo não representou um ganho apenas para o futebol do clube, que acertou patrocínio milionário com a Caixa Econômica Federal. Com a posse dos documentos, o Rubro-Negro também tornou-se apto a inscrever projetos para a manutenção de seus esportes olímpicos nas leis de incentivo do Governo Federal.

E na noite do último sábado, a diretoria do Flamengo anunciou, em comunicado feito aos sócios do clube, que três projetos foram aprovados para atender seis esportes. Juntos, eles totalizam cerca de R$ 23 milhões, que irão beneficiar as equipes de basquete, judô, ginástica artística, natação, pólo aquático e nado sincronizado do Mais Querido.

O projeto de maior valor - R$ 8,3 milhões - será todo destinado para o time de basquete do clube. Atual campeão do NBB, a equipe do técnico José Neto já se reforçou para a temporada 2013/14, que começa ainda este mês. Esta verba será proveniente do Governo do Estado e havia sido publicada e noticiada no Diário Oficial desde o início de julho.

A este acerto, somam-se outros dois. Para judô e ginástica artística serão destinados outros R$ 8 milhões. Conforme o próprio clube relata em sua carta, tal verba poderá reativar a equipe adulta de ginástica do Flamengo, que foi totalmente desmanchada pela atual administração no princípio do ano. Além disso, o dinheiro também vai ajudar na reforma do ginásio Cláudio Coutinho, que teve boa parte queimada em incêndio no final de novembro de 2012.

Já o terceiro projeto, orçado em R$ 6,7 milhões, vai atender os esportes aquáticos do Flamengo. Entre eles, está a natação, outro setor que também teve boa parte de sua equipe profissional liberada no início de 2013. Na gestão Patrícia Amorim, o Rubro-Negro chegou a contar com o tricampeão mundial Cesar Cielo defendendo suas cores nas competições nacionais.

Além da reativação de muitas equipes e esportes, os valores que serão arrecadados também representarão uma reviravolta nas finanças da pasta de esportes olímpicos. No comunicado, o Flamengo afirma que a auditoria realizada logo após a posse do presidente Eduardo Bandeira de Mello constatou um déficit de R$ 14,5 milhões somente para 2013 com tais atividades, situação que deve começar a se inverter nos próximos dias.

Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!