Marcelinho ergue a taça: 'Time com a cara do Flamengo'








Dentro de quadra, o Novo Basquete Brasil terminou para Marcelinho no primeiro jogo da temporada. Contra o Vila Velha Basquete, fora de casa, no Espírito Santo, o jogador teve uma séria lesão no joelho. Não conseguiu mais retornar. Mesmo assim, primeiro da fisioterapia, depois nos treinos de recuperação e por último, do banco de reservas, o capitão rubro-negro teve a sua parcela de participação na conquista do Flamengo. E levantou a taça de campeão do NBB5.

Mesmo se estivesse recuperado, Marcelinho não poderia jogar. Por conta da confusão no jogo 4 da semifinal diante do São José, o ala foi suspenso preventivamente. Assim, de fora da quadra, mais uma vez apoiou, cobrou, vibrou e deu uma de "auxiliar" do técnico José Neto. Neste sábado, após a vitória por 77 a 70 diante do Uberlândia, numa Arena da Barra lotada, Marcelinho foi bastante festejado pelos companheiros. E se emocionou ao ouvir do grupo que o título conquistado era decicado a ele.

- É muito difícil ficar de fora. Foi uma emoção diferente. Mas é gratificante ouvir os jogadores dizerem que o título é "para você". Muitos jogadores que não tinham vencido ainda um Brasileiro, se doaram para o time, todos eles, Duda, Benite, Gegê, Shilton, Marquinhos. É um time que tem a cara do Flamengo e merecia vencer - disse Marcelinho.

O jogador colocou como um dos principais trunfos do Flamengo a qualidade do grupo para atuar em mais de uma posição.

- O plantel foi muito bem montado. Com vários jogadores prontos para atuar em diversas funções. Eu perdi a temporada inteira, mas o time não sentiu nada. Pelo contrário, isso deu mais força para o time. Me sinto muito honrado em fazer parte dessa equipe - finalizou o capitão.
Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!