Flamengo afasta risco de fechar equipe de basquete e mira bicampeonato do NBB







Para reduzir gastos, o Flamengo acabou com suas equipes principais de natação, ginástica artística e judô. Mas pelo menos um esporte olímpico segue firme no clube carioca: o basquete.

Após ter feito a melhor campanha na primeira fase do NBB (Novo Basquete Brasil), a equipe comandada pelo técnico José Alves Neto eliminou o Paulistano e o São José nos playoffs para chegar à final contra o Uberlândia, neste sábado, às 10h, na Arena HSBC, no Rio. A decisão é disputada em jogo único.

Apesar de o diretor-executivo de esportes amadores, Marcelo Vido, afirmar que o clube não pretende acabar com o time de basquete, o treinador teve de lidar com os boatos sobre o fim da equipe durante a temporada.

"Desde o início falei para os atletas que nós temos de nos preocupar com aquilo que podemos fazer. Tem outras decisões que não nos cabem. Mas não tenho dúvida de que a intenção do clube é fortalecer ainda mais o basquete", disse o cartola.


Alexandre Vidal/Divulgação/Fla Imagem
O pivô Caio Torres tem presença confirmada para a final do NBB
O pivô Caio Torres tem presença confirmada para a final do NBB

Se a manutenção do basquete depender do apoio da torcida flamenguista, os jogadores não têm o que temer. Todos os ingressos para a final foram vendidos.

Por um pedido da transmissora do evento, a final --ao contrário das outras fases dos playoffs-- será realizada em partida única, e não em uma melhor de cinco jogos. Com isso, o apoio da torcida pode contar muito para que o Flamengo conquiste seu segundo título na competição.

São esperados 18 mil espectadores no ginásio.

Além disso, a equipe contará com o reforço do pivô Caio Torres, que foi suspenso preventivamente após briga generalizada no fim do jogo contra o São José, mas teve sua suspensão revogada.

Azarão, o Uberlândia já mostrou que não sente a pressão da torcida adversária. Nestes playoffs, a equipe venceu todos os jogos disputados fora do seu ginásio.

"O Uberlândia é um time que sabe lidar com os momentos de decisão e que não sente a pressão. Além de ser muito bem treinado pelo Hélio [Rubens], que dispensa comentários", diz Alves Neto, técnico do Flamengo.

O treinador da equipe mineira tem uma grande história no basquete nacional. Aos 72 anos, já foi 15 vezes campeão de torneios nacionais mas, em sua segunda final do NBB, tenta o primeiro título da competição.


Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!