São José empata semi do NBB com Fla







Cenas lamentáveis tomaram conta da quarta partida da semifinal do Novo Basquete Brasil (NBB). Nesta quinta-feira, em São José dos Campos, o São José derrotou o Flamengo por 96 a 88 e forçou a realização do último jogo na série melhor de cinco em busca da final do torneio nacional. Ao final da partida, o clima esquentou entre os jogadores, que partiram para a agressão.

A briga começou a partir de rusga entre Marcelinho Machado e Fúlvio. O ala-armador do Flamengo andou em direção ao armador do São José e, depois de troca de palavras, o jogador da equipe carioca acertou sua cabeça contra a testa do adversário. O atleta do time paulista, então, caiu para trás, o que atraiu outros jogadores à discussão.

Tanto atletas quanto membros das comissões técnicas transformaram a quadra em campo de batalha. O pouco policiamento presente no Ginásio Lineu de Moura demorou a intervir e ajudou a retirar alguns dos mais exaltados em direção ao vestiário.

"O jogo foi pegado como foi toda série e ele passou aqui, apontou dedo da minha cara, respondei e ele tentou me agredir com uma cabeçada. Está filmado", disse Fúlvio em entrevista ao Sportv.

"Ele está sempre falando que eu agredi. Acho muito engraçado que um jogador de Seleção tenha essa postura. Ganhou o jogo, o São José está de parabéns, mas provocou quando o jogo estava decidido. Isso não se faz. Pergunta para o nosso armador o que ele fez com ele. Falei que isso não se faz e ele partiu para cima de mim. Depois veio e se jogou", respondeu Marcelinho.

Flamengo e São José se reencontrarão no sábado, às 21h45, para decidir o segundo finalista do NBB - o Uberlândia já está classificado. A série está empatada em 2 a 2.


Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!