Olivinha espera show da torcida contra o Paulistano







O Flamengo vai enfrentar o Paulistano pelo terceiro jogo das quartas de final do Novo Basquete Brasil neste sábado (04.05), às 21:45, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Se vencer a partida, o Mais Querido fecha a série em 3 a 0 e garante sua vaga nas semifinais da competição. O pivô Olivinha espera que a torcida do Flamengo, assim como fez na segunda vitória do time contra a equipe paulista, seja o sexto jogador em quadra.

"Vai ser mais um jogo complicado. Sabemos das dificuldades que enfrentaremos, porque o adversário virá com muita vontade de vencer a partida, mas contamos com o apoio da nossa torcida e esperamos que a Nação repita o show que deu no último jogo. Vamos fazer de tudo para sair com mais uma vitória para tentar fechar a série logo amanhã", disse Olivinha.

Apesar das duas vitórias rubro-negras, o Paulistano tem se mostrado um adversário duro de ser batido. No segundo jogo da série, por exemplo, o Flamengo ficou atrás no placar durante os três primeiros quartos. O ala-armador Benite sabe que a terceira partida contra a equipe de São Paulo não será diferente e faz questão de ressaltar a importância da torcida para que outra vitória seja conquistada.

"Acho que a expectativa do time é fechar a série, lógico, mas sabemos que vai ser outro jogo muito difícil. Apesar de estar 2 a 0 pra gente, o Paulistano vem jogando com uma defesa muito forte, fazendo nosso time trabalhar bastante o ataque. Acho que jogar em casa, com a torcida do nosso lado, vai ser a força que precisamos para fecharmos a série em 3 a 0 no próximo jogo", falou Benite.

Os ingressos para a partida deste sábado podem ser comprados pela internet, pelo telefone 4003-1212 e na sede social da Gávea. Caso o Flamengo não vença o jogo, a quarta partida da série será realizada na próxima terça-feira (07.05), em São Paulo.
Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!