Desde quando respeito se pede? Murilo Becker pede respeito do Fla







Depois da confusão generalizada ao final da partida entre São José e Flamengo na noite desta quinta-feira pela semifinal do NBB, o pivô do time paulista, Murilo Becker, era um dos mais perplexos com o desfecho da partida. Primeiro atleta a tentar separar a confusão entre Fúlvio e Marcelinho, o camisa 21 lamentou a pancadaria e pediu respeito dos jogadores rubro-negros.

- O jogo foi muito bonito e teve esse final. Nós perdemos dois jogos seguidos lá no Rio, ficamos muito chateados, mas nos concentramos para esse jogo. Aqui, ganhamos na bola, não foi na pancada, nem nada. O Marcelinho não está nem jogando e sai do banco para brigar com o Fúlvio. Eles têm que nos respeitar como nós os respeitamos lá no Rio - disse Becker.

Apesar do clima hostil estabelecido para o jogo decisivo da série neste sábado 25, às 21h45, na Arena da Barra, o pivô do São José garante que os jogadores irão focar em seu desempenho dentro de quadra.

- Não tem problema algum. Nossa equipe tem bagagem e vai saber se preocupar em jogar basquete lá - destacou.

A mesma linha foi seguida pelo técnico da equipe, Régis Marrelli, que confia em uma partida decidida dentro de quadra.

- Temos que jogar basquete, não temos que nos preocupar com clima hostil. Acho que eles não digeriram bem a derrota. Nós perdemos dois jogos por 20 pontos e não aconteceu nada. O Neto é um grande técnico e com certeza irá fazer o time dele jogar basquete também. Eles são favoritos, jogam em casa, mas quinto jogo é quinto jogo.

Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!