Marcelinho, do Flamengo: ‘Duelo com Brasília é um campeonato à parte’







No dia do jogo da Liga das Américas entre Flamengo e Brasília, Marcelinho, ala flamenguista, falou ao FOX Sports Rádio sobre o bom momento que a equipe está vivendo. Para ele, a ótima fase do Flamengo, que está invicto há 20 jogos no NBB, não é garantia de sucesso na competição continental: "É um campeonato à parte (contra o Brasília). Tudo que foi feito no NBB não pode ser levado para esse campeonato. Caímos num grupo muito difícil, mas o time está muito bem."

Sobre Liga das Américas, Marcelinho afirmou que não conseguirá jogar, devido ao rompimento que sofreu no ligamento cruzado do joelho. Mas existe a possibilidade de o atleta voltar às quadras no NBB: "A recuperação é uma coisa demorada, por mais que eu queira voltar o mais rápido possível, é necessário um tempo maior. Campeonato Nacional é muito difícil de eu jogar, a Liga das América nem se fala. Mas estou fazendo fisioterapia para que, se estivermos na fase final do nacional, eu ainda consiga ajudar a equipe."

Marcelinho falou mais da Liga das Américas, sobre o basquete sul-americano e sobre o crescimento do esporte no Brasil. Vejas as declarações do ala do Flamengo:

"Chegamos a um nível de sermos considerados um dos melhores. Os EUA sempre estão na frente de todos, mas em relação aos outros, nós conseguimos jogar de igual para igual com todos eles".

"O jogador que está sobrando é o Marquinhos. Ele está sobrando. Tem muito talento, é um finalizador, o cestinha do campeonato brasileiro. A gente tem outros jogadores com essa característica de finalização."

"No futebol, pelo momento que a gente vive economicamente, os melhores jogadores da Argentina vêm jogar no Brasil, quando estão na Europa. No basquete, eles têm uma estrutura muito boa e a nossa ainda está em processo. Os melhores da Argentina que não estão na Europa, no basquete, permanecem na Argentina."

"Quando a gente costuma jogar esses jogos aqui no Brasil, a gente não perde para eles. Na Argentina a história é outra."

"O Flamengo tem o basquete por tradição. É uma coisa sólida no clube. Já teve períodos ruins, mas sempre brigando pelos títulos. No Rio de Janeiro nós só temos o Flamengo. O Fluminense acabou de criar uma equipe e está jogando o torneio de acesso para a NBB."

"Seria fantástico mais times de massa no basquete. Eu gostaria que os clubes de futebol voltassem a investir no basquete. A NBB está ajudando a melhorar o basquete brasileiro."


Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!