Fla formata projeto para construir uma arena de nível de NBA na Gávea







benite flamengo nbb basquete (Foto: Fernando Azevedo/Fla Imagem)

O que era uma ideia, começa a ganhar forma. O Flamengo desenvolve um projeto para construir na Gávea uma arena com padrão de NBA, com capacidade entre 5 e 6 mil pessoas, que serviria como casa para o basquete, vôlei e futsal. Sem custo nenhum de construção para o clube, teria como parceiro o Mc Donald´s. As informações foram dadas pelo vice de patrimônio, Alexandre Wrobel.

- O projeto que está muito adiantado é o de ocupação do antigo espaço do posto de gasolina. A nossa ideia é construir um ginásio dentro da Gávea, uma arena que serviria para vôlei, basquete e futsal com nível de NBA. Toda ela climatizada, com placares eletrônicos. Uma arena que não existe no Rio desse porte, nessa localização. É uma parceria com o Mc Donald's. Estamos acabando de formatar não só a questão financeira, mas também o projeto efetivo da arena. Acho que vai ser um golaço. Vem sendo estudado há um bom tempo - disse durante entrevista à TV Fla.

Wrobel acredita que num prazo entre 30 e 40 dias o projeto já esteja todo formatado para que seja levado ao conselho administrativo.

- Depende das aprovações dos conselhos do clube. Mas por tudo o que a gente tem visto e tem conversado, e pelo projeto que vi que é de encher os olhos, tenho certeza que o negócio vai caminhar de forma positiva. Em breve, o Flamengo vai ter uma arena, sem custo nenhum de construção. Uma arena a nível de NBA - completou.

Líder invicto do atual NBB, o Flamengo está com dificuldades para encontrar um lugar para fazer seus jogos. Atualmente, o clube utiliza o ginásio do Tijuca. Mas o local já está ficando pequeno. Com capacidade para 2.500 pessoas, o ginásio vem sendo tomado pela torcida nos jogos.


Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!