Clássico entre Brasilia e Flamengo marca a rodada da NBB







A 25ª rodada da atual temporada do NBB terá o principal clássico do basquete brasileiro na atualidade. Únicas equipes a possuírem o título do NBB na história, Uniceub/BRB/Brasília, atual tricampeão da competição, e Flamengo, que levou o troféu na primeira edição do campeonato, medirão forças no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília (DF), às 21 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo para todo o Brasil através do canal SporTV.

Além de toda a tradição, as equipes possuem as melhores campanhas da atual temporada. Os cariocas são os líderes do torneio até o momento, com 21 vitórias em 22 partidas disputadas (95,5% de aproveitamento), enquanto que o time candango aparece na vice-liderança do campeonato, com 17 triunfos em 21 jogos realizados (81% de aproveitamento).

"Uma vitória manterá o nosso bom momento no campeonato e também nos dará mais folga na liderança, já que o Brasília ocupa a segunda colocação. Além disso, vencer este clássico tradicional será um belo presente de aniversário", explicou o ala/armador flamenguista Vitor Benite, que completa 23 anos nesta quarta-feira.

Na partida entre as equipes válida pelo primeiro turno, que foi o milésimo jogo da história do NBB, o esquadrão rubro-negro aproveitou o fator casa e saiu vitorioso, pelo placar de 102 a 88. Porém, as equipes voltaram a se encontrar antes da partida desta quinta-feira. Em confronto válido pelo Grupo B da Liga das Américas, realizado na cidade de Barquisimeto, na Venezuela, a equipe do Centro-Oeste do país deu o troco e levou a melhor, por 85 a 74.

"Na Venezuela, as coisas saíram bem. A gente sabia que, para ganhar o jogo, teríamos de entrar 100% concentrados, e foi isso que aconteceu. Mas, não podemos relaxar. Precisamos estar da mesma forma que lá, porque, em Brasília, teremos um público bem maior, que apoia o nosso time", explicou o pivô brasiliense Paulão Prestes.

Em todo o histórico do confronto no NBB, o time comandado pelo técnico José Vidal levou a melhor em dez oportunidades, contra nove triunfos dos cariocas. Além da vantagem histórica, os atuais tricampeões venceram os últimos sete duelos entre as equipes disputados na capital federal. E é justamente com o apoio vindo das arquibancadas que a equipe candanga espera levar vantagem sobre os rivais.

"O jogo vai ser duro, como sempre acontece quando estas equipes se enfrentam, mas estamos vivendo um bom momento e queremos tirar proveito disso, fazendo uma partida boa e procurando impor o nosso ritmo. Tenho certeza que os nossos torcedores comparecerão em grande número para nos apoiar e essa perspectiva de casa cheia nos anima bastante", comentou Guilherme Giovannoni, segundo maior pontuador Uniceub/BRB/Brasília na competição, com média de 17,6 pontos por jogo.

"Temos que fazer prevalecer o mando de quadra, mesmo sabendo que o Flamengo vem jogando muito bem e conseguindo resultados expressivos nesta temporada. Mas, estamos crescendo e vamos lutar pelo resultado positivo", completou o ala Arthur.

Apesar de atuar fora de casa e de não poder contar com seu armador principal, Kojo Mensah, que segue lesionado, o time rubro-negro não pensa em outra coisa a não ser na vitória. Depois de perder sua invencibilidade na competição, no último sábado, diante do Vivo/Franca, a equipe comandada pelo técnico José Neto venceu o Unitri/Universo, na última segunda-feira, e espera emplacar uma nova sequência de resultados positivos.

Para isso, os jogadores do clube da Gávea sabem que precisam realizar um bom trabalho defensivo diante do Brasília. A equipe carioca é dona da segunda melhor defesa da competição, com média de 75,04 pontos sofridos por jogo.

"Vamos entrar em quadra com o pensamento de realizar um bom jogo, marcando forte para podermos atacar com consciência Espero por um jogo complicado, já que vai reunir dois rivais tradicionais, que estão se confrontando em busca das primeiras posições na tabela de classificação", concluiu Benite.

Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!