Neto valoriza rivais e diz que postura do Fla é que tem feito a diferença







Neto técnico do Flamengo basquete (Foto: João Pires / LNB)

Dois jogos no interior paulista, contra Suzano e Palmeiras, duas vitórias por mais de trinta e quarenta pontos de diferença, respectivamente. Moleza? Nem pensar. Pelo menos essa é a opinião do técnico José Neto. Para o treinador do Flamengo, a determinação dos jogadores rubro-negros é que tornaram as partidas tranquilas para o líder invicto do NBB.

- Eu achava que seriam dois jogos chatos, mas nossa pegada em quadra e consistência com que o time está jogando é que tornaram essas duas vitórias tranquilas. Mas voltamos a cometer alguns erros contra o Palmeiras que temos que corrigir. Tomar apenas 14 pontos no primeiro quarto e depois relaxamos e permitimos que o adversário anotasse 24 no período seguinte. Nesse NBB, não dá para relaxar em nenhum jogo - alertou o treinador rubro-negro. 

Cestinha e principal jogador do Flamengo no clássico contra o Palmeiras, com 26 pontos, Benite concorda com o discurso de seu comandante. Principalmente no que diz respeito à postura com que a equipe despachou o time paulista.

- Acho que o mérito é nosso. Pela maneira com que estamos jogando é que estamos fazendo com que alguns jogos se tornem fáceis. Nossos preparadores físicos fizeram um trabalho tão bom na pré-temporada que nos permite imprimir um volumo de jogo e um ritmo alucinante em todos os jogos – elogiou o camisa 8 rubro-negro.

Principal pontuador do time da Gávea no NBB, Marquinhos faz coro às palavras de Benite. No entanto, o ala rubro-negro aproveita para destacar a importância do elenco rubro-negro.

- A pré-temporada que fizemos está fazendo a diferença agora. Mesmo com essa maratona de jogos, estamos suportando bem o cansaço. Não podemos esquecer que temos um elenco equilibrado que permite ao Neto rodar bastante a equipe. Até os meninos estão entrando com personalidade e nos ajudando muito em todos os jogos - afirmou o ala.

 Apesar da liderança e da invencibilidade na competição, que já dura 13 jogos, o técnico José Neto acredita que o terceiro jogo consecutivo fora de casa, segunda-feira, às 20h, em Belo Horizonte, contra o Minas, tem tudo para ser o mais complicado da sequência fora de casa. Veja, no vídeo ao lado, os melhores momentos da vitória por 106 a 62 sobre o Palmeiras.

- Enfrentar o Minas em Belo Horizonte é uma pedreira enorme. Não apenas pelo fato deles estarem vendendo caro algumas derrotas para equipes como o Brasília, por exemplo, mas pela qualidade dos jogadores que eles têm e pela tradição. É um time perigoso e que sempre faz um bom trabalho. É mais uma partida duríssima – destacou o treinador rubro-negro.

Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!