Massacre do Flamengo em Suzano: 12ª vitória no NBB 5







O Flamengo não tomou conhecimento do Suzano e massacrou o rival. A vitória rubro-negra por 105 a 74, nesta quinta-feira, evidenciou a superioridade do líder do Novo Basquete Brasil em relação ao penúltimo colocado. Invicto, o Fla chegou à 12ª vitória consecutiva e ampliou o recorde de triunfos no ínicio do NBB.

O destaque rubro-negro mais uma vez foi Marquinhos. O ala foi o cestinha do Fla e do jogo com 30 pontos. Benite também brilhou com 19 pontos. O ala-pivô Olivinha anotou um duplo-duplo: 13 pontos e 15 rebotes. Caio Torres e Duda, com 14, e Kojo, com 11, fizeram dois dígitos na pontuação.

Pelo Suzano, que amargou a nona derrota seguida e venceu apenas dois jogos em 14, o principal pontuador foi Andrezinho, que anotou 13 pontos, dois a mais do que Fusco e Gaspar.

Na próxima rodada, no sábado, o Flamengo encara o Palmeiras, em São Paulo, às 16h. O Suzano joga no mesmo dia, às 18h, e recebe o Tijuca.

O JOGO

O Flamengo não demorou a se impor em quadra e a mostrar sua superioridade. Comandado por Marquinhos, que fez 11 pontos na parcial, o Fla deu o cartão de visitas ao Suzano e venceu o quarto por 29 a 12.

O domínio rubro-negro continuou no segundo período, desta vez comandado por Benite e Caio Torres. O Fla tratou de abrir vantagem e foi para o intervalo com 25 pontos de frente: 49 a 24.

O Flamengo não tirou o pé do acelerador no terceiro quarto. Sob a batuta de Marquinhos novamente, o Fla abriu 30 pontos de vantagem em uma parcial na qual os ataques sobressaíram (31 a 26 a favor do Rubro-Negro).

Com a vitória assegurada, o técnico José Neto aproveitou para dar chance aos jovens do Fla, como Diego e Douglas. Suzano cresceu na partida e liderou a parcial, mas viu Marquinhos brilhar mais uma vez. O Flamengo venceu outro quarto (25 a 24) e o jogo com 31 pontos de vantagem.
Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!