José Neto fala da contusão de Marcelinho







Quando Marcelinho Machado girou o corpo para receber uma bola e acabou indo ao chão com a mão no joelho, José Neto gelou. Perder o capitão do time logo no primeiro jogo não era lá um bom sinal para o técnico que fazia sua estreia no NBB com a camisa do Flamengo. Não demorou muito para descobrir que a ausência seria mais longa. O ala-armador teria de ser submetido a uma cirurgia, com previsão de recuperação que ainda coloca em dúvida a sua participação. Depois do baque, era preciso fazer a equipe encontrar força para superar o problema. A resposta foi rápida. Após perder o título da Liga Sul-Americana no saldo de cestas, o Rubro-Negro segue invicto no NBB. Neste sábado, busca contra o lanterna Tijuca, a sua oitava vitória consecutiva na competição. Se vencer mais uma vez, igualará o recorde do Brasília obtido no início de temporada da segunda edição. A partida está marcada para as 17h, no ginásio do adversário.    

- A sensação naquele dia foi muito ruim. O Marcelinho estava muito bem e também vinha tendo um outro papel importante. Além de jogador ele era o líder de um grupo ainda em formação. E eu estava perdendo ali alguém que era a minha voz dentro de quadra e me ajudava muito. Estava tudo caminhando bem até que aconteceu isso. Foi muito triste, fiquei mal. Mas uso a estratégia de não colocar foco no problema, e sim na solução. Queremos que o Marcelo jogue e, para isso acontecer, temos que ir o mais longe possível para que ele esteja com a gente de novo. O começo está sendo bom, está me agradando, mas temos que manter o pé no chão e melhorar muita coisa em termos de tempo de jogo e entrosamento para atingir nosso objetivo - disse Neto.


Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!