Flamengo bate São José no Rio no jogo mais dificil no NBB







Foi por pouco, mas ainda não foi desta vez que o Flamengo perdeu sua invencibilidade no NBB. Em um jogo carregado de rivalidade pela eliminação para o rival na semifinal da temporada passada, o time rubro-negro deu o troco e venceu o São José nesta segunda-feira, no ginásio do Tijuca, em partida adiada da terceira rodada. Se faltou técnica, sobrou coração. Mesmo em uma noite pouco inspirado, o time rubro-negro venceu o campeão paulista por 83 a 75 (42 a 38), aumentou a marca histórica de melhor início de temporada para onze vitórias consecutivas e se manteve na liderança da competição como única equipe com cem por cento de aproveitamento.

Nbb, Marquinhos, Flamengo x São josé (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)

As duas equipes voltam à quadra na quinta-feira pela 15ª rodada. Enquanto o Flamengo vai até o interior de São Paulo para enfrentar o Suzano, às 20h, o atual vice-campeão do NBB recebe a equipe de Franca, em São José dos Campos, no mesmo horário.

O início desta vez não foi tão bom. Apesar de imprimir um ritmo alucinante como nos jogos anteriores, o Flamengo errou demais nos primeiros cinco minutos. A falta de pontaria, no entanto, não custou tão caro assim, uma vez que o São José também cometia muitas violações. O prejuízo, que jamais passou de quatro pontos, rapidamente foi revertido e o líder com campeonato encerrou o primeiro período na frente: 18 a 17.

Nbb, Olivinha, Flamengo x São josé (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)

Ainda no calor da reação do quarto inicial, o Flamengo voltou arrasador nos primeiros primeiro do segundo período, fez 8 a 0 e viu a diferença aumentar para nove pontos (26 a 17).  Na mesma hora o técnico Régis Marrelli parou o jogo. O pedido de tempo surtiu efeito, o campeão paulista reagiu, fez 17 a 6 e passou dois pontos na frente: 34 a 32. Mas com Duda, que anotou onze pontos no quarto, certeiro, os donos da casa retomaram a liderança e foram para o vestiário vencendo por 42 a 38.

O intervalo não foi para o time rubro-negro. A equipe repetiu os erros do primeiro quarto e viu o São José fazer 52 a 50. Mas novamente Duda, em uma bola de três pontos, recolocou o Flamengo na frente. O jogo era lá e cá e, a cada posse de bola, a vantagem mudava de lado. No final, tudo igual: 62 a 62.

Empurrado pelo torcedor rubro-negro, que mais uma vez lotou o ginásio do Tijuca, e com Marquinhos em quadra, o Flamengo voltou melhor para os últimos dez minutos. E com uma bandeja do próprio camisa 11 e uma bola de três do armador Benite, o time da Gávea abriu 72 a 67. O campeão paulista não se entregava e mantinha o placar apertado, mas outra bola de três de Benite, a pouco mais de um minuto para o fim, garantiu a invencibilidade do Flamengo.


Compartilhe no Google +

About Primeiro Penta

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Temos o direito de publicar ou não os comentários, já que, segundo a legislação brasileira, somos responsáveis por eles. Assim sendo, a educação é primordial nesse espaço. Comentários ofensivos não serão, obviamente, aprovados.
Comente sempre!